Preparados para revolução

A “Educação” brasileira não está preocupada com a qualificação profissional de seus alunos. Muito pelo contrário: uma educação que vise a absorção do estudante pelo mercado de trabalho é vista como NOCIVA ao aluno, pois o consideraria apenas uma “peça de reposição” num “sistema capitalista de exploração da força de trabalho”. O objetivo, então, é criar um aluno com “consciência crítica” capaz de “transformar o meio em que vive” (o que mais tarde será associado com a “revolução socialista”) Estamos formando uma horda de despreparados, muitas vezes graduados em cursos que NÃO TÊM DEMANDA ou estão saturados, que certamente ficarão marginalizados (desempregados). Forma-se uma massa incapaz de produzir e treinada apenas para “reivindicar seus direitos”; ingredientes fundamentais quando se quer uma massa de manobra para revoluções sociais. Isto vem deste a Educação Infantil, perpassa ensino fundamental e médio e chega até as universidades, onde ocorre o arremate final da cooptação de mentalidades revolucionárias por partidos políticos de Esquerda. Com este formato de Educação, meus amigos, o Brasil não corre o MENOR risco de dar certo.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s