Dramaturgia progressista

Como invadir propriedades será uma ocupação muito mais perigosa num provável Governo de Jair Bolsonaro, Guilherme Boulos está tentando arrumar uma nova profissão. Ontem, aproveitando estar na Rede Globo de televisão, tentou “cavar” um papel como Professor na “Malhação”; mini-novela semanal que já é mesmo a agenda do PSOL transposta na TV para adolescentes. Vocês viram a interpretação dele ao relembrar os “horrores da Ditadura”? Olhar perdido; olhos apertados… meneando a cabeça; ferido pelo “Fascismo”. Só faltou beijar Haddad na boca pela diversidade de gênero e tiraria o dez de dez.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s