Denuncismo histérico

Tentaram colar a pecha de racista, machista, fascista e homofóbico, não adiantou. Tentaram assassina-lo com uma facada no intestino, não adiantou. Agora o acusam de ameaçar a ex-mulher de morte (muito embora ela mesmo tenha negado peremptoriamente), parece não ter adiantado. A última cartada, dizem, – após toda esta baixaria e perfídia imoral – é pôr o homicida que o esfaqueou em horário nobre em rede nacional, nas vésperas da eleição, dando entrevista e dizendo que o atentado foi armado pelo próprio partido de Jair Bolsonaro, numa acusação indecente de que ele mesmo teria forjado o ataque para se “autopromover” (teoria vociferada por boa parte da Esquerda lunática e psicótica) Eu, particularmente, não imaginava que chegassem a tanto… Pôr holofotes sobre um criminoso preso para que – não conseguindo assassinar o presidenciável fisicamente – assassine sua reputação. Mas aí eu lembro que já há holofotes sobre um criminoso preso, que mesmo condenado em segunda instância, faz campanha eleitoral de dentro da cadeia, tendo sua imagem veiculada na TV em horário nobre. Sim, ele que sabidamente participava de conferências do Foro de São Paulo AO LADO do chefe do grupo terrorista das Forças Armadas Revolucionarias da Colombia (FARC), sem que NINGUÉM falasse a respeito – não saia uma nota de rodapé sequer, em nenhum dos jornais. Enquanto Luis Inácio Lula da Silva tinha contato próximo e trocava favores com ditadores genocidas Africanos, Latino-americanos e do Oriente Médio; enquanto admitia contato com líderes de facções criminosas como as FARC e o MIR chileno, um silêncio ENSURDECEDOR pairava nas redações dos jornais. Já contra Jair Bolsonaro, até o que ele NÃO FAZ vira noticia de primeira página – Inventam uma acusação que a própria suposta fonte (a ex-mulher) diz que não fez. Este acobertamento compulsório de um, comparado ao denuncismo histérico e difamatório de outro, serve para mostrar que a “imparcialidade” tão propalada por toda mídia brasileira é somente mais uma das muitas “Fake News”.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s