Difamação criminosa

É ridículo lermos comentários de lideranças políticas à Esquerda dizendo: “Não podemos incentivar o ódio”, a respeito do atendado contra Jair Bolsonaro. Toda referência ao presidenciável feita por eles vêm com o introito: “Racista, machista, homofóbico”. Ou seja, demonizam o caráter do sujeito de modo que até mesmo aquele que não acompanhe política tenha uma má impressão a nível pessoal. Assim como fazem com Donald J. Trump nos EUA, muitos “não gostam” dele, sem nunca ter ouvido um discurso completo ou terem se informado minimamente a respeito. É aquela áurea negativa, meio difusa, etéria, causada por uma pecha de mau-caráter e de má pessoa que impregna o indivíduo. Diante disso, para um desequilibrado mental fazer uma besteira (se não alguém realmente mandado de forma criminosa), é um passo. Aqueles que falam contra o discurso de ódio são os primeiros a propagá-lo.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s