Não à soberania popular

Dizem que a sanha esquerdista por referendos (defendida por Marina Silva, Guilherme Boulos e outros próceres vermelhos) acabará voltando-se contra eles mesmos, já que a maioria do povo brasileiro é conservador. Mas vale lembrar que assim como Impeachment só é legítimo contra adversários (contra eles mesmos, é “golpe”) o referendo só será legitimo quando concordar com a agenda “progressista”. Caso contrário, “uma vez investidos das atribuições de cargo, eles não deverão ceder a pressões populares” (como dizem os Ministros do STF) Quando podem usar o povo: “O povo é soberano”; “O Povo decide”. Quando não podem usar o povo, “Não podemos ceder à pressão popular” Foi assim com o referendo pelo desarmamento. O povo disse NÃO ao desarmamento e SIM às armas para legitima defesa. O Governo disse NÃO à vontade popular e SIM para o seguimento de sua agenda, desarmando a população de bem e deixando as armas apenas nas mãos dos bandidos.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s