Parsonae non Gratae

Os progressistas se importam tanto com excluídos e marginalizados que preferem PAGAR por politicas abortistas a ter que conviver com eles. Sejamos francos: a quem interessa a descriminalização do aborto? Isto não passa de controle de natalidade entre os mais pobres. As mulheres que não têm o direito à vida como principio fundamental e que têm condições financeiras, sendo permitido ou não, já se submetem ao aborto. Quem não tinha acesso – ao meu ver, a esta que é uma pratica criminosa – eram as mulheres pobres; as que tem 7, 8 filhos. Esta campanha mundial pró aborto não tem nada a ver com a “saúde da mulher” ou com “liberdades individuais”; Pelo contrário, é mais uma aprovação de algo extremamente invasivo e nocivo à mulher (como são pilulas contraceptivas) e de mais um braço intervencionista do Estado, que poderá pagar pela morte de “personae non gratae” Feministas lutando pelo “Direito da Mulher”, Liberais lutando pela “Liberdade individual”; quão bobos são, meus amigos? O Estado ri deles…

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s