Da alternância de poder

“Governar para todos” é uma impossibilidade, pois não há uma unidade de demandas. Você pode agradar grupos de interesses diferentes, mas jamais agradará grupos de interesses opostos, pelo simples fato de que agradar a um seja necessariamante desagradar a outro. Portanto, um governo “para todos” não passa de pura demagogia, centrismo, e retorica barata. A democracia permite, sim – ou ao menos deveria permitir – o livre debate e a livre disputa de forças, mas uma vez estando no poder, é determinada mentalidade que reina sobre a outra, sendo impossível que duas ou mais reinem ao mesmo tempo. É a ALTERNÂNCIA de poder que promove o Equilíbrio, ora mais à Esquerda, ora mais à Direita – o embate entre forças progressistas e forças conservadoras é a mola propulsora de uma democracia saudável onde todos tem vez e voz. Portanto, quando dizem que tal ou qual candidato é o “PT ao contrário”, não acho que isso soe necessariamente como crítica negativa. TIvemos mais de uma década de PTismo, com resultados catastroficos. Temos 50 anos de balança pendendo para Esquerda, ininterruptamente. Ter quatro anos adiante pedendo para Direita não seria nada mau. O certo é que de “centro”, não precisamos. Isto não é uma força, é uma nulidade.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s