Estudos psicológicos

Do capítulo: Estudos psicológicos quase inúteis

É impressionante como uma mentalidade subjacente determina até mesmo as coisas mais futeis da sua vida. Por exemplo: quando eu era um adolescente embebido da mentalidade revolucionária (inculcada em mim através de livros escolares, filmes, séries, músicas – o diabo) tinha prazer em torcer pelo mais fraco. Sempre escolhia o atleta e a equipe com menos chance de vencer, a “coitadinha”, a que ‘”tinha menos recursos”, aquela que “roubaria o protagonismo dos grandes”, etc., etc. Se observarmos, já está implícito, aí, todo um imaginário da mentalidade revolucionária: o asco pela meritocracia (como se o melhor não tivesse trilhado um longo caminho para ser o melhor e, portanto, não merecesse a vitória), o vitimismo (o menor não ganha porque tem menos recursos, portanto, a disputa é desigual) etc., etc. Depois de entender que não há vitoria sem sacrificio, de que o grande de hoje já foi o pequeno de ontem, e do quão dificil é chegar ao topo e se manter nele, houve uma total inversão na minha maneira de pensar. Outrora – para usarmos o exemplo corrente da Copa do Mundo – eu torceria contra Alemanha, como que querendo boicotar o melhor futebol. Seria um ato – digamos francamente – de pura inveja e recalque. Outrora eu torceria contra Leo Messi; para que ficasse fora da copa – ele que tomou injeções nas pernas quando criança para poder jogar futebol, por conta de um problema de crescimento (quem o vê hoje, pensa que o rapaz nasceu ganhando bilhões e que tudo foi muito facil) Enfim, para mim, hoje, o lema é que vença o melhor, literalmente. Dá prazer em ver o que é melhor no topo; tudo parece estar em seu devido lugar; sem inversões; sem acasos; sem atalhos cínicos e preguiçosos.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s