Constrangimento conservador

A mulher que é chamada de tudo quanto é nome no Funk carioca e mesmo assim sente prazer em dançar não está sendo constrangida; sabe o que está ouvindo e dança porque quer. Já a Russa que acredita na boa fé de visitantes estrangeiros para participar de uma brincadeira em clima de festa e é exposta ao ridiculo inclusive em rede mundial sem saber, está sendo constrangida, sim. Não é porque o fato é um prato cheio para feministas e reforça seu discurso contra o “machismo” que nós iremos negá-lo ou relativizá-lo. Negar e relativizar dados inconvenientes é coisa de Esquerdista, pelo amor de Deus.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s