O atraso é nosso

“Nós temos que retomar a Petrobras para o povo brasileiro e não deixar que ela seja entregue ao mercado financeiro. A Petrobras é nossa!” diz um dos representantes da greve anunciada para o dia 30 por parte dos petroleiros, unindo-se aos caminhoneiros. Não é preciso dizer que, assim como vários outros discursos desta paralisação, nada mais é que o discurso padrão de Esquerda. Depois de praticamente falir, a Petrobras começava a dar lucros e puxar a Bovespa para cima. Com a paralisação, prejuízos homéricos colocaram tudo a perder. Quando se diz que o “Petróleo é nosso” ou “A Petrobrás é Nossa”, quando se defende o modelo dos 15 últimos anos de PT, sabemos que o que está se querendo é a manutenção de um cabide imenso de cargos para negociação e um esquema de desvio bilionário para projetos de poder.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s