Caridade cristã x Retórica socialista

O que os socialistas tem de entender é que a caridade não é atribuição do Governo. Na verdade, quando se torna “compulsória”, a caridade deixa de ser caridade. Há muita diferença entre você dar 100 reais a um necessitado ou a uma instituição filantrópica de sua confiança porque VOCÊ quis, e você ter esses 100 reais TAXADOS do seu dinheiro CONTRA A SUA VONTADE para serem administrados por sabe-se lá quem, gastos sabe-se lá onde. Caridade obrigatória não é caridade, é roubo. A diferença entre a caridade cristã e a retorica socialista é esta: a primeira exorta o INDIVIDUO a dividir o que é seu com os pobres. A segunda exorta o ESTADO a dividir o que é do individuo com outros indivíduos. É uma licença dada ao Estado para expropriar, para “redistribuir”, ao seu bel prazer. Expropriação muitas vezes é apenas um nome sofisticado para roubo, e nós sabemos bem a espécie de “redistribuição” que o Estado costuma fazer (tudo para o Partido dominante, nada para o “resto”)

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s