Mãos à obra

– Bom dia, senhor Miceli!
(olhando o relogio) – Mas ainda são 7 horas da madrugada…
– Sete horas da manhã!
– Pensei que a manhã começasse ao meio dia…
(Um pedreiro cochicha com outro) – “O que ele faz da vida?” “Escreve” “Escrever é trabalho?” “Claro que não” “Tá explicado…” Ao meio dia já teremos terminado, senhor Miceli!
– Ok. (indo buscar a chave de extrema má vontade)

(5 horas depois)

– Senhor Miceli, teremos que voltar amanhã…
– Mas ao meio dia não estaria tudo terminado?
– Na verdade, teremos que voltar pelas proximas duas semanas… Encontramos isso, aquilo, e aquilo outro para fazer.
– Espero que não modifique o preço inicial…
– Custará apenas 2 bilhões de reais.
– Mas o orçamento inicial era de duzentos reais!

(Demo Danado) – Eu falei para aprender a bater uma laje e carregar um saco de cimento nas costas… você quis escrever…

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s