Praga bicentenária

Nicolas Maduro, presidente da Venezuela, comemorou hoje o bicentenário de Karl Marx, pai “intelectual” do comunismo, dizendo que este “não se conformou em interpretar a realidade mas tratou de transformá-la” E nós vemos na Venezuela o “poder de transformação” do comunismo através da “revolução”: um país que até 2005 tinha o PIB per capita mais elevado da América Latina, “transformou-se”. Faliu, passa fome, adoece, se rebela, e é massacrado pelas “forças de segurança”. Aí está o “poder transformador” do comunismo, senhoras e senhores… Um século e meio desgraçando a Humanidade.

Nota: No Rio de Janeiro, uma “homenagem” bem diferente foi feita a Karl Marx. Aos pés do Cristo redentor, foi posta uma bandeira com os dizeres: “O Brasil jamais será vermelho” e “Fora Comunismo” Se o Rio de Janeiro, uma das cidades mais vermelhas do Brasil, foi capaz de uma manifestação como essa, as coisas estão melhorando, meus amigos…

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s