Épico brasileiro

Acabei de testemunhar um frete impossível. Um rapaz de vinte e poucos anos desceu uma geladeira de um segundo andar, deslizou pelas escadas, botou o eletrodomestico maior do que ele na “caçamba” de uma bicicleta com pneus murchos e elevou-se sobre um declive abominavel de uns 90 graus, a pedaladas. Tudo SOZINHO, para transportar a geladeira para uma senhora (que imagino, tenha lhe dado não mais que 40 reais) Para mim este é um feito épico digno de registro, e também, estopim de pensamentos paradoxiais: tivesse esse rapaz uma “Educação básica”, ou pior, “superior”, ele provavelmente se acharia “muito acima do serviço” e não se daria o trabalho para ganhar uma mixaria. Teria aprendido “a se dar valor e querer coisas melhores para vida”, mas como ser diretor de empresas ou artistas multimilionários é para poucos, provavelmente estaria vagabundeando por aí, por não encontrar “algo à sua altura”. A “deseducação”, meus amigos – por incrivel que pareça – produz trabalhadores e empreendedores incriveis. A subida da geladeira pela ladeira e pelas escadas foi muito mais util e notável do que qualquer monografia escrita em todas as faculdades brasileiras somadas nos ultimos 100 anos.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s