Tirem as criancinhas da sala

– Professor!
– Pois não.
– Posso interpretar a Julieta?
– A Julieta é mulher, Tomás, e você é Homem…
– Mas o senhor disse que na época de Shakespeare as mulheres não participavam do teatro, e que eram os homens que faziam os papeis femininos!
– Sim, Tomás, isto 500 anos atrás… agora – e graças a Deus por isso – as mulheres podem atuar, e quem fará a Julieta será sua bela amiga de classe, Julia.
– Mas isto é um absurdo! O senhor está sendo heteronormativo!
– …
– Retrógrado!
– Tomás…
– Por que não pode ser como 500 anos atrás? Isso é um retrocesso! Obscurantismo!
– …Tomás, você está se contradizendo e.
– VOU TE DENUNCIAR!

(30 minutos depois. Sala da direção)

– Professor Miceli.
– Pois não.
– Seu aluno Tomás Guilherme disse que o senhor não quer deixar ele fazer papel de menina, é verdade?
– Sim.
– Por que?
– Porque temos uma menina para fazer o papel de uma menina. E – sabe se lá por que -, acho que é o mais adequado.
– Mas qual o problema de Tomás Guilherme fazer de conta que é uma menina?
(Tomás guilherme interrompe) – Fazer de conta, diretora?
– Sim, Tomás Guilherme, afinal você é um menino e…
– SÃO TODOS INTOLERANTES NESSE COLEGIO! HETERONORMATIVOS! EU SOU UMA MENINA! EU SOU UMA MENINA! AHHHHHHHHHHHHH

Moral da estória: Quando estiver passando algo sobre ideologia de gênero na TV, tire as criancinhas da sala.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s