Messianismo socialista

O discurso de despedida de Luiz Inácio Lula da SIlva aos militantes estava cheio de paralelismos com o discurso de despedida de Jesus Cristo aos seus discípulos. A necessidade da partida iminente, mas que todos os militantes tivessem “bom ânimo”. Lula viveria “dentro de cada um;” e todos seriam “como um só” – “aqueles que fizerem o que eu digo farão coisas até maiores do que eu, e eu habitarei nele” Assim como Jesus não negou-se a se entregar, mesmo sendo inocente, Lula escolhe se entregar, mesmo sendo “inocente” Esta é a mistica socilialista, meus amigos… Transformando o Estado em Deus, o grande líder em messias, e o materialismo como uma corrupção da espiritualidade. Na América Latina, a Teologia da Libertação se encarrega de transformar a Igreja de Cristo em mera caixa de ressonância socialista.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s