Perpetuando a segregação

Vendo a ultima reunião politicia da menina morta com um de seus “movimentos sociais”, uma coisa me chamou atenção. Num encontro direcionado a “mulheres negras”, uma delas disse: “Mudei-me do Brasil para Luanda, na África. – Um alívio! Lá você só vê negros por toda parte; ver-se no outro é muito bom”

Aí eu fico pensando… Fosse um sujeito branco dizendo ter se mudado para Europa e que isto teria sido um “alívio” por ver “apenas brancos por toda parte”; que “ver-se no outro é muito bom”, seria ou não seria (justamente) apontado como “Racista”; “Nazista”? Se continuarmos alimentando estas ideologias raciais, vamos terminar como a Africa do Sul: sob o pretexto de terem sido discriminados anos atrás no Apartheid, o movimento negro lutou não apenas para promover a igualdade, mas sim para uma inversão de opressão; uma “LIMPEZA RACIAL” Hoje, brancos na África do Sul têm suas propriedades invadidas e expropriadas, isto quando não são brutalmente assassinados por “justiceiros sociais da divida histórica”

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s