Panzerkampfwagen

Imagino um Panzerkampfwagen – vulgarmente conhecido como “Panzer”, tanque alemão usado na Segunda Guerra Mundial – assomando no horizonte. Ele avança pelo campo, e, do outro lado, temos um pacifista (destes que a gente vê hoje em dia, “lutando” pela “paz no mundo”) O pacifista levanta um cartaz com o escrito: “Amar mais. E menos arma”. O restante do exercito aliado se comove e pensa “É poeta” Então o Panzer – que pesa 25 toneladas – passa por cima do poeta. E depois da ré, passando por cima dele de novo. Súbito, os aliados – todos pacifistas – estariam derrotados… O Nazismo dominaria o mundo e não existiria mais “multiculturalismo”, “pluralidades”, “respeito às minorias”, etc., etc.

O que parou os tanques Panzerkampfwagen alemães foram tanques M4 Sherman americanos. O que parou os caças FW 190 alemães foram os caças SpitFire Ingleses. Isto para citar alguns exemplos e muito por alto. Portanto, foi através das armas que impedimos a tirania, e através das armas que trouxemos paz e liberdade. Pacifismo nada mais é que entreguismo, covardia e apatia. E como tudo na vida, até mesmo a Guerra tem seu lado nobre.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s