À la Sodoma

Tempos atrás eu estava estudando tradições rabínicas e uma delas pareceu-me particularmente caricata e inverossímil. Dizia respeito à cidade de Sodoma (aquela que Deus teria destruído por estar repleta de ímpios), e contava que, se um sujeito agredisse uma pessoa para assaltá-la ou mesmo tentando assassiná-la, quem pagava pelo sangue derramado era a vítima! A justificativa é que o agressor tem de ser remunerado por ter prestado serviço de “Sangria”, que antigamente era um atendimento médico muito comum. Ou seja, o criminoso – além de não ser punido – ainda recebia por “honorários médicos”, e a vitima – além de ser lesada – ainda pagava pelo prejuízo que teve, numa clamorosa inversão.

Como disse, achei a anedota inverossímil; uma hipérbole, uma figura de linguagem. Mas eis que vivo no Brasil e leio os jornais. E eis que vejo vítimas de assaltantes que têm de pagar vultosas somas de dinheiro ao bandido, caso ele invada a sua casa ou seu estabelecimento comercial e se “acidente” nos cacos de vidro do muro ou na grade do seu portão. Pessoas que tem a si mesmas e sua família ameaçadas e, reagindo, são presas enquanto o marginal é solto (e ainda processa a vitima por agressão) Os casos são inúmeros e inclusive notórios (como o ocorrido com o cunhado de Ana Hickmann, que por defender a família contra um delinquente está sendo processado) Enfim, para meu assombro, não só a historia relacionada à Sodoma é crível como vivemos nela.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s