Testemunho pessoal

Só há dois tipos de pessoas que militam contra a família: as hipócritas, que o fazem por dinheiro mas conservam as suas próprias intactas. E as ressentidas, que cresceram em famílias destruídas e seguem o raciocínio do mimado: “Se eu não tive, ninguém pode ter também” (Há os que dizem não ter tido uma “família tradicional” e que isto não teria feito falta alguma. Aí você vai ver e trata-se de um sujeito extremamente problemático) Eu, particularmente, sou filho de pais divorciados. E cedendo ao erro atávico do sangue, tornei-me eu mesmo um Pai divorciado. JUSTAMENTE por testemunhar e sentir na pele as consequências nefastas do ruir da instituição familiar é que milito a favor dela.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s