Questões contemporâneas IV

Segundo a mentalidade progressista ensinada nas escolas, o que mais oferece risco a uma sociedade livre, igualitária e democrática?

a) Um traficante
b) Um assassino
c) Um Pai
d) Um empreendedor
e) A letra c e d estão obviamente corretas.

Gabarito: Letra e. Justificativas:

Um traficante ocupa legitimamente o espaço deixando pelo Estado em comunidades carentes, muitas vezes oferecendo proteção à população desassistida contra operações policiais opressivas e oferecendo empregos para menores de idade sem perspectiva de vida.

Um assassino não é um criminoso e sim uma pessoa que sofre profundamente com problemas psicológicos advindos da marginalização social: é a sociedade, através do bullying ou da própria marginalização econômico/social que condena a vítima – a saber, o assassino – a um estado de angústia que a fará tirar vidas de pessoas que, como vimos, não são inocentes mas sim culpadas por fazerem parte dessa sociedade não inclusiva.

Um Pai é sim uma figura muito perigosa porque oprime a mulher com seu machismo e seus filhos com o seu “ser retrógrado”. Ele reproduz esquemas provincianos e preconceituosos como a distinção entre sexos masculino e feminino e o modelo patriarcal do Homem Cisgênero como centro de autoridade; na verdade, autoritarismo. Portanto, diferentemente dos traficantes e dos assassinos, a figura paterna deve sim ser extinguida se quisermos uma sociedade livre, igualitária e democrática.

Um empreendedor, assim como um Pai de família, também é uma figura muito perigosa que deveria ser extirpada do nosso meio social, pois reproduz modelos obsoletos capitalistas de iniciativa privada, investimento, meritocracia e produção, que nada mais são que meios de concentração de renda para os detentores dos meio de produção e exploração cruel dos trabalhadores. Empresas são as “Casas Grandes” modernas e o empresário é o “Senhor de Escravos” Nota: Se um negro concorda com este modelo, é “capitão do mato”

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s