Do tamanho da própria medida

Se a medida do Homem é a própria existência, só lhe interessa agir a curto prazo. Se a medida do homem é a Eternidade, interessa-lhe agir a longo prazo. E é por isso que as Religiões dominam o Mundo, desde sempre. Talvez o exemplo Magno da estupidez materialista e niilista seja a declaração e conduta de John Maynard Keynes, um dos economistas mais influentes do mundo, que não se furtava a propor politicas econômicas de endividamento público sob a alegação de que “a longo prazo, estaremos todos mortos”

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s