Perversão como fórmula para o sucesso

Dizem por aí que a religião não tem mais a menor importância no mundo contemporâneo. Mas se você é feminista e quer fazer sucesso, a fórmula é invadir uma catedral nua e dizer que se o Papa fosse mulher ele aprovaria o aborto. Se você é militante pela “dívida histórica racial”, a fórmula para o sucesso é polemizar dizendo que um “Jesus Branco” não te representa, e que Jesus, na verdade, era afro. Se você é homossexual ou transsexual, a fórmula para o sucesso é fazer peças de teatro com Jesus sendo trans ou desfilar em paradas gays sendo crucificado. Se você é ateu militante, a fórmula para o sucesso é fazer vídeos parodiando o Cristianismo. Ou seja, a religião já não tem mais “a menor importância”, a não ser a de trampolim publicitário para aqueles que não tem conteúdo próprio e tem de perverter o alheio.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s