Realidade e projeção

O que mais acontece é eu simplesmente descrever um fenômeno ou um sujeito TAL COMO ELE É, sem fazer NENHUM JUÍZO DE VALOR, e ser apedrejado como se tivesse criticado mortalmente este fenômeno ou este sujeito. Por exemplo: outro dia apenas demonstrei inúmeras contradições entre a militância de Fernanda Lima na televisão e suas escolhas pessoais que fazia para a própria vida. A simples leitura das contradições levou muitos a tê-la como “hipócrita”, mas isto não estava dito no texto; foi um juízo de valor feito pelo próprio leitor. De igual modo, agora apenas descrevi os hábitos de um Padre, sem – em nenhum momento – dizer serem bons ou ruins. A simples leitura levou muitos à conclusão de que o comportamento não condizia com o sacerdócio, e o fato de saberem já o nome do sujeito antecipadamente mostra que a descrição não foi inventada, aumentada, nem caricata e sim completamente fiel.

Isso prova que, hoje em dia, se um sujeito é hipócrita, patético, fútil, ou medíocre, a responsabilidade por essas debilidades não caem sobre ele, mas sobre aquele que ousa descreve-los tais como eles são. Se a simples descrição basta para passar uma imagem negativa do sujeito, talvez a responsabilidade seja do sujeito e não da descrição. Sem contar que, repetindo: na maioria das vezes, não há juízo de valor nos textos. A pessoa lê uma descrição fiel, acha horrível por ela mesma, e depois culpa o autor – que nada disse a respeito – por um juízo que ela mesma fez.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s