Diplomacia lesa-pátria

Quando Barack Hussein Obama fez um acordo nuclear com Irã para que este fosse autorizado a enriquecer urânio, alegadamente, “para fins pacíficos”, muitos diziam que este era um importante passo para extinguir as hostilidades entre os dois países; um ato diplomático “louvável”. Bilhões de dólares foram injetados no projeto Irâniano, “muito seguro”, pois “estaria sendo vigiado de perto”. O resultado nós vimos na manchete de hoje: “IRÃ AMEAÇA OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA COM UM NOVO MÍSSIL BALÍSTICO CAPAZ DE TRANSPORTAR OGIVAS NUCLEARES” Boa, Hussein!

Nota: Evidentemente, todos que à época disseram o acordo ser criminoso; um crime de lesa-pátria para com os americanos e de alta traição, foram devidamente taxados de “Neuróticos” e “conspiradores” por “especialistas” e por toda a grande mídia internacional.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s