Isto ou aquilo

Como todos sabem resolvi fazer a experiência antropológica de cursar uma universidade no Brasil nos anos 2010. Escolhi a dedo Pedagogia, para ver como está a formação de professores e o que está sendo ensinado aos nossos alunos. Geralmente mantenho uma distância segura das “aulas” e dos “materiais didáticos”, de modo que não contaminem minha atividade principal que é escrever. Mas em épocas de avaliação, como agora, sou obrigado a dedicar o mínimo de tempo necessário para atingir as notas de corte e prosseguir com a “experiência”.

O fato é que nesses curtos períodos em que me deixo embevecer pelos conteúdos acadêmicos, o nível de emburrecimento é tão grande que evito até escrever textos, para poupar meus leitores de informações inúteis e cacoetes mentais irritantes (vejam que este texto mesmo está demorando a dizer o que pretende dizer devido a este leve retardo mental que tenho sofrido nestes dias) Para exemplificar o drama que estou tentando comunicar – em vão -, vejam a bela máxima de sabedoria escrita pelo pedagogo Régis de Morais em sua Obra Magna “Sala de aula” (sobre a qual tenho de preencher cinco laudas de comentários) Ele nos diz o seguinte: “A vida não é isto ou aquilo. Mas é na verdade isto ou aquilo.” O que comentar?

(Demo Danado) – Eu achei brilhante…

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s