Afrodescendente velhx

Bom, como todos sabem (ou não), sou judeu. Aliás, pseudo-judeu, já que não sou circunciso. E como pseudo-judeu não seria nada adequado frequentar terreiros de macumba (vide o exemplo tétrico de Luciano Hulk, “judeu”, jogando barquinhos de Iemanjá ao mar) Mas o fato é que um amigo, “espírita”, fez-me um convite curioso. Disse ele que havia um terreiro “politicamente correto”, com entidades “politicamente corretas”. Outrora, as entidades “afro” não estavam a par das contemporâneas “micro-agressões”, como por exemplo, autodenominar-se “Preto Velho”. Hoje, o cognome “preto” ganhou nuances negativas, e por que “velho” e não “velha”? Seria o gênero da entidade uma construção social? Ou melhor, uma construção divinal? Enfim, para resumir, a entidade desta casa chama-se “Afrodescendente Velhx” (com “x”, para não definir o gênero) E eu fui recebido por esta entidade moderna, que queria falar-me sobre assuntos profissionais…

(Afrodescendente velhx) – Vejo que o senhor chama-se Miceli, não é isso?
– Sim. (conferindo no próprio crachá)
(Afrodescendente velhx) – E vejo também que o senhor é escritor…
– Exato.
(Afrodescendente velhx) – Um escritor que nunca escreveu um livro sequer…
– …Dá pra ver isto aí?
(Afrodescendente velhx) – Pelo contrário: não dá para ver nada. Nem um exemplar…
– …
(Afrodescendente velhx) – Senhor Miceli, eu sei qual é o seu problema; o porquê de sua carreira como escritor não decolar.
– Por que seria?
(Afrodescendente velhx) – O senhor sofre um fenômeno de encosto…
– Encosto?
(Afrodescendente velhx) – Sim. Uma entidade demoniaca… e danada… chama-se DEMO DANADO. É o nome…
– Conheço.
(Afrodescendente velhx) – Conhece?
– Sim.
(Afrodescendente velhx) – Ele se manifesta?
– Em alguns textos, sim.
(Afrodescendente velhx) – Pois então. ESTE É O SEU PROBLEMA. Alguns leitores até vêem em você algum talento, algum conteúdo, alguma seriedade, mas quando leem “Demo Danado”, eles desacreditam; acham bobo; infantil.
(Demo Danado) – Infantil? Sou a melhor parte dos textos, pelo amor de Deus…
(Afrodescendente velhx) – Estou ouvindo algo…
– Não é nada.
(Afrodescendente velhx) – Enfim, retomando; o senhor terá de fazer um trabalho para retirar este encosto… para afastar este tal Demo Danado.
(Demo Danado) – Duvido.
– E como faço?
(Afrodescendente velhx) – Aqui está a receita… um galho disso, dois daquilo, sal, gengibre, picles, etc., etc.
(A entidade fala. Eu anoto)
(Afrodescendente velhx) – Faça isso e o Demo não mais aparecerá nos seus textos…
– Obrigado, Afrodescendente Velhx.
(Afrodescendente velhx) – Volte daqui a uma semana e me diga como vão as coisas… você será um escritor de sucesso, Miceli, pode acreditar.
– Acredito sim.
(Demo Danado ) – Puff…
(Afrodescendente velhx) – Volte daqui a uma semana.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s