Pagando meia

Um “estudante” tem direito a pagar meia entrada para jogos de futebol, cinema, shows – o diabo. Ele pode transitar entre os mais profundos porões do inferno e o mais alto dos sete céus “pagando meia”, falindo estabelecimentos e se empanturrando de atrações frívolas e fúteis. Só há um lugar em que o estudante não pode pisar; em que não tem “direitos especiais”: A LIVRARIA. Isto mesmo. Este que seria o local mais importante e produtivo para a formação de um aluno é justamente o lugar onde ele paga tudo integralmente. Não é preciso dizer que, num país onde o hábito da leitura já não existe, e que um livro interessante pode custar 80 reais, esta integralidade – para estudantes que sequer tem uma renda própria – só colabora para a manutenção deste triste cenário. Mas não se preocupem: nossos estudantes aprenderão muito vendo um gol do Flamengo ou assistindo a um show da Anitta.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s