Midrashê Shabat IX

“Os olhos são a candeia do corpo. Se seus olhos forem bons, você inteiro será bom. Mas se seus olhos forem ruins, você inteiro será ruim. Pois se a luz que ilumina o seu corpo forem trevas, ele estará em completa escuridão.”

O Midrashê Shabat IX se debruçará sobre este dito preservado no Evangelho de Mateus, Capítulo 6, versículo versículos 22, 23. Como sempre procuro fazer nesta série de textos acerca dos ensinamento de Jesus, busco referências de seus ditos em passagens do Tanach e principalmente e mais precisamente da Torá. Neste caso, abrimos o livro de Devarim (Deuterônomio), Capítulo 15 versículo 9, e lemos:

“Fica atento a ti mesmo, para que não surja em teu coração um pensamento vil e seu olho se torne mau para com teu irmão”

O dito de Jesus deixa claro: – O modo como você enxerga a vida determinará como será a sua vida. Isto não quer dizer que não haja uma Realidade exterior, independente do seu pensamento. Evidentemente há uma Realidade comum a todos, que se impõe independentemente do que qualquer um dos 7 bilhões de indivíduos existentes no mundo pensem a respeito dela. Mas, vivendo num Mundo dual, onde toda parte tem sua contraparte, enxergar algo bom ou algo ruim num acontecimento, suas mazelas ou suas benesses, é uma questão de perspectiva, de escolha pessoal.

Diferentes indivíduos podem absorver diferentes impressões de uma mesma experiência. Jesus nos diz para nos atermos aos bons aspectos, a ver o Todo com bons olhos e assim estar aberto ao que há de bom no Mundo. Adotando uma atitude pessimista, negativa, lançando seus maus olhos sobre pessoas e fatos, você invariavelmente retirará o pior delas; – procurando pelo pior, você encontrará o pior. Por isto a Torá salienta “Fica atento a ti mesmo, para que não surja em teu coração um pensamento vil e seu olho se torne mau para com teu irmão” e Jesus confirma “Pois se a luz que ilumina o seu corpo forem trevas, ele estará em completa escuridão.”

No livro Eclesiástico, que não consta no Cânon da Bíblia Hebraica mas foi todo ele escrito em Hebraico, tendo inclusive sua tradição mantida no Talmud, há ainda a passagem: – “Com inveja, o olho do avaro se fixa no pão, e na sua mesa há penúria”. Notem que, assim como a Torá, o autor de Eclesiástico diz o pensamento condicionar a visão. Aquela nos diz “não surja em teu coração um pensamento vil e seu olho se torne mal”; este nos diz “Com inveja, o olho avaro…”. Os seus pensamentos determinam o funcionamento que seus olhos terão. E o funcionamento dos teus olhos determina o que você extrairá do Mundo. – “Se seus olhos forem bons, você inteiro será bom. Mas se seus olhos forem ruins, você inteiro será ruim”

Tratemos então de tudo enxergar com bons olhos, especialmente aqueles que estão próximos a nós. Pois certamente procurando defeitos encontraremos defeitos; procurando virtudes encontraremos virtudes. Olhar o teu irmão com bons olhos é o primeiro passo do amor ao próximo, e como um bom olho ou um mau olho dependem de um bom pensamento ou um mau pensamento, pense bem.

Publicado por

O Lenho Verde

"Aquele que fala por si mesmo está buscando o seu próprio prestígio. Mas quem busca o prestígio daquele que o enviou é verdadeiro, e nele não há falsidade."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s